quinta-feira, 24 de março de 2011

BOLEIROS---24/03/2011

Libertadores Libertadora para o FLUMINENSE, que venceu de virada o América do México por 3x2, e mantém seu sonho de classificar-se a próxima fase da competição continental. O jogo foi para cardíacos. Contando com a volta do ataque dos sonhos, com Chinelinho Fred e Emerson, o Flu se armou com seu técnico interino Enderson Moreira em um 4x4x2  inimaginável com Muricy, pois os volantes jogaram sem a obrigação de fazerem o 3º zagueiro. Talvez por isto a confusão na defesa tricolor e a a falha no primeiro gol marcado por Sanchez aos 14 min em uma trapalhada de Berna e Digão. A sombra da desclassificação começou a rondar o time até os 20 min quando o goleiro Navarrete do América retribuiu a trapalhada de Digão e Berna, e falhou na saída do gol deixando fácil para Gum balançar as redes. Veio o segundo tempo e Mariano sentiu uma lesão sendo substituído por Deco e Souza vindo para a lateral. Outro que foi substituido foi Emerson, por Rafael "He Man" Moura. Ducha de agua fria: dois minutos depois o América marcou novamente com Sanchez. Ai foi o samba do crioulo doido e o técnico tricolor tirou o lateral Julio César e colocou Araujo, e foi para cima, marcando aos 34 com passe de Deco para Araujo. Os minutos finais foram dramáticos, quando aos 41 min  Deco marcou e selou a vitória tricolor. A vida do Flusão não ta fácil, pois tem que jogar contra o Nacional do Uruguai e o líder Argentino Juniors em suas casas. Mas nada é impossível para o Fluminense pelo jeito, só arrumar um técnico. A diretoria insiste em esperar Abel Braga, apostando em Enderson Moreira. Ele mexeu bem mas teve muita sorte de não ser goleado pois abriu o time completamente em busca da vitória. Pode ser que Abel chegue e não tenha nada a disputar, a não ser o brasileirão. Pouco para um técnico de seu porte e para um time de estrelas domo o Fluminense.



O CORINTHIANS, eliminado da Libertadores, aposta tudo no Paulistão e esta se dando bem, e jogando muito bem. Assumiu a liderança isolada e já se classificou a próxima fase.O time está rápido, leve e começa a se armar para o brasileirão com uma equipe sólida. Tite acertou com Moraes que deu esta leveza ao meio de campo, e foi abençoado pela contratação de Liedson que chegou ao seu 9º gol em 10 jogos. O time do Oeste limitou-se a se defender e foi batido por 3x0. Outro que encaixou no meio campo corintiano foi Paulinho que está jogando o fino da bola, marcando com eficiência e dando passes precisos. O time esta voando baixo, talvez por não ter mais nada para jogar alem do paulistão, mas ai está a prova de que Tite não teve tempo para preparar a equipe para os jogos contra o Tolima. O time alcançou o auge agora.
 Outro que parece ter alcançado o auge é o PALMEIRAS de Felipão. O time consolidou a maior arma de Felipão: sua defesa, que tem apenas 8 gols sofridos em 18 jogos. É considerado a melhor campanha em 22 anos, quando em 1989 a defesa palmeirense com Zetti no gol, levou apenas quatro gols em 18 jogos. Veja a relação destes 22 anos:2011 - 8 gols
2010 - 27 gols
2009 - 19 gols
2008 - 15 gols
2007 - 22 gols
2006 - 23 gols
2005 - 26 gols
2004 - 22 gols
2003 - 30 gols
2002 - 26 gols
2001 - 31 gols
2000 - 20 gols
1999 - 31 gols
1998 - 23 gols
1997 - 19 gols
1996 - 10 gols
1995 - 17 gols
1994 - 13 gols
1993 - 15 gols
1992 - 17 gols
1991 - 17 gols
1990 - 9 gols
1989 - 4 gols
Quem brilhou também na vitória contra a Linense foi o menino Patrik, que marcou dois dos três gols do time, e deu a vitória a equipe alviverde, colocando-a próxima da classificação. Outro que voltou e jogou bem foi Lincoln que entrou bem, marcou e deu muitos passes. Boa reestréia. Agora um que não volta mesmo é Valdívia, que brigou com o cara errado, Felipão,e acho que vai ser negociado.
Falando em negociado, quem não ouviu esta palavra foi o "contrato" de Paulo Henrique Ganso. Não deu em nada as negociações do SANTOS com o jogador e seus procuradores, e a novela continua. Novela a parte o time santista voltou a vencer e com uma apresentação de gala de Ganso. O time do Mogi Mirim não se aproveitou das ausências de Neymar, além de outros nove jogadores e levou uma ripada de 3x1 da equipe santista. O time jogou com força e garra e com um ataque novo com Zé Love e Keirrison que marcaram com passes de Ganso, e Edu Dracena em outro passe de Ganso. Foi uma noite de Ganso mesmo. Agora o Santos fica próximo da classificação e mostra que PH Voltou, e com força apesar dos problemas da diretoria.
Aliás quem teve problemas, na noite de quarta foi o SÃO PAULO e seu arqueiro artilheiro Rogério Ceni. Perdeu a partida por 3x2 para o Paulista e a liderança do campeonato. Uma noite que Ceni tranquilamente quer esquecer porque falhou em dois gols pelo menos, levando até um entre as pernas. Fez seu gol de numero 99, e parece que esta espera pelo centésimo gol esta fazendo mal ao guapo. O time não jogou bem sem Lucas que foi substituído por Marlos, mas a movimentação do meio de campo não foi a mesma. Dagoberto voltou e marcou, com Fernandinho na frente. Bom ataque mas a bola não chegava. Agora o clássico domingo, e em caso de derrota pode surgir a fumacinha da crise no São Paulo, pois o mesmo não vence o Corinthians a 11 jogos. O que o time sãopaulino quer provar é que tabus são para ser quebrados, mas a falta de Lucas é um prejuízo muito grande para o meio sãopaulino.

Um time que começa o ano quebrando recordes e fazendo história. O nosso querido coxa branca, o glorioso CORITIBA, venceu o Arapongas por 2x0 no Couto Pereira e com um jogador a menos. O Coxa chegou a 11 jogos seguidos sem derrota, igualando o recorde da década de 40 e chegou aos 27 jogos seguidos no estadual, invicto, igualando o recorde dos anos de 73 e 77. O time está voando baixo e tendo em Marco Aurélio seu principal nome. O time chegou aos 15 pontos e lidera o campeonato paranaense. Salve o Coxa Branca, demolidor de recordes!!!!!!!!

terça-feira, 22 de março de 2011

BOLEIROS---22/03/2011


Pelo Paulistão uma rodada preguiçosa dos líderes e quase sem mudanças a não ser a liderança dividida entre São Paulo e Corinthians. O CORINTHIANS foi a Americana com força total, pois considero tanto Bruno César ou Jorge Henrique os donos da posição e iguais em termos técnicos, e venceu, com preguiça. Apesar da forte marcação que a equipe corintiana enfrentou, o time não apresentou lampejos de criatividade como vinha mostrando, talvez pelo gol de Liedson marcado aos 9 min do 1º tempo que deixou o time mais preguiçoso ainda. Após isto a equipe relaxou e esperou o jogo passar. O grande destaque foi Liedson mesmo, que voltou de lesão e marcou seu oitavo gol em nove jogos. Fantástico e elucidador, como o fato de que como uma diretoria pode atrapalhar um clube. O porque da demora de contrata-lo na época da Libertadores? Se estivesse em campo, sinceramente acredito que o resultado teria sido outro. Diretoria lenta a corintiana mas que parece que esta querendo ser alcançada pela do SANTOS, que perdeu por 2x1 para o bom Bragantino, e está se complicando na demora para acertar com um novo técnico e principalmente com uma de suas maiores estrelas: Ganso. Esta demora deixa Martelotte instável e sujeito a erros. Não adianta dizer que Zé Love esta jogando bem, e a substituição de Ganso por Maikon Leite foi o preço da demora da renovação do contrato. Ganso foi insípido no jogo. Ninguém o viu e não me digam que um jogador desta qualidade esquece como se joga futebol. Neymar continua sua saga de ser o único que está jogando tudo, junto com Elano, outro que dispensa comentários. Aliás comentários que sempre fiz quanto a defesa santista, qualificando-a de fraca. Não é fraca, é muito ruim mesmo, pois tomar gols aos 43 min e da forma que tomou não tem explicação. Mas ruim é uma palavra que Felipão e o PALMEIRAS, estão querendo tirar de seu recente currículo no ano. O time não é nenhuma maravilha, mas taticamente está respondendo ao técnico. Empatou em 1x1 com o São Caetano mas vem desenvolvendo uma formação tática interessante, flutuando do 4x4x2 para o 4x3x3 várias vezes na partida tornando o time mais ofensivo. É um time de operários, sem estrelas mas que taticamente está correspondendo. Para muitos jogou mal, mas para mim foi muito gostoso ver as flutuações táticas que Felipão proporcionou no time. Jogou o futebol solidário que parece ter faltado ao SÃO PAULO, na parte ofensiva com a entrada de Marlos no lugar de Dagoberto. O time venceu por 1x0 mas errou muitos passes, e não teve em Lucas o seu grande jogador, talvez pelas ausências de Dagoberto e Fernandinho, o que traz muitos prejuízos ao ataque tricolor, pois o mesmo fica muito lento sem os dois e só marcou com a entrada de Henrique, que entrou e marcou. Bem, o que importa é que venceu e praticamente já está classificado para a próxima fase do Paulistão, pois no campeonato passado o oitovo colocado se classificou com 27 pontos e o São Paulo tem 31. É só esperar ou determinar o adversário.



Cariocão com clássicos e com tragédias, como gostava Nelson Rodrigues. Tragédia como aconteceu com seu FLUMINENSE, na derrota para seu principal algoz atualmente, o Boavista de Alfredo Sampaio. O time perdeu por 2x0 e teve a volta do chinelinho Fred, e até Emerson, mas não adiantou nada. Jogou mal, não conseguiu superar a marcação do time da região do lagos e Conca parece não ter voltado de férias, pois não consegue editar o bom futebol do ano passado. O time esta perdido em campo, e o Fluminense ainda insiste em esperar Abel. Vai se desclassificar na Libertadores e no Cariocão, se não tomar uma atitude logo, pois nem Abel conseguira levantar o time após estas desclassificações.  Aqui uma frase de Nelson Rodrigues antológica mas que atualmente foge a lógica tricolor:
" Se quereis saber do futuro do Fluminense, olhei para seu passado. A história tricolor traduz a predestinação para a glória". O passado atual do Fluminense é de um título brasileiro, mas a diretoria se comporta como em passados remotos, onde o time fugia de rebaixamentos e vexames. Vexame que a torcida do BOTAFOGO, cometeu domingo ao vaiar Joel Santana após a derrota para o bom VASCO DA GAMA, no clássico carioca. Diego Souza estreou, marcou e jogou bem( bem ele sempre estreia bem, joga bem nos primeiros jogos. O problema é o resto do campeonato). O 1º tempo do clássico foi marcado pelo ligeiro domínio vascaíno tanto que o principal nome botafoguense foi o goleiro Jefferson que salvou duas vezes o gol contra o vascaíno Eder Luis, que perdeu chances incríveis. Veio o segundo tempo e ai acho que Joel cometeu o erro, mas não merecia vaias: Após o primeiro gol do Vasco aos 13 min, Joel tirou Lucas e colocou Caio e tirou Marcio e colocou Marcelo Mattos. O time se perdeu no meio e abusou das faltas levando o segundo gol de Éder Luis e fechando o jogo. O Botafogo se desestruturou após o segundo gol. A evolução do time do Vasco nas mãos de Ricardo Gomes é evidente, é um time cadenciado que melhora muito agora com a chegada de Diego Souza e Alecsandro. O time vai chegar. Pelo lado alvinegro a tristeza da saída de Joel que pediu o boné, e em entrevistas a várias emissoras disse que era hora de sair para não manchar a história dele no Botafogo. Joel reergueu o Botafogo de Cuca, ensinou o time a vencer, foram 41 vitórias, 20 empates e apenas 12 derrotas foi um técnico vencedor no time, e com o time que tinha, limitado, e que ele fazia conseguir jogar bem apesar de suas deficiências. Teria melhorado mais ainda o time se não fosse um bando de torcedores babacas que implicavam com ele. Pena. Aliás, pena foi ver o ridículo espetáculo de Patricia Amorim correndo atrás de Obama para dar uma camisa do time a ele. Em vez de mandar Ronaldinho, ou um jogador, a vereadora que mais parece querer se promover do que cuidar do time, resolveu que ela mesma entregaria. Do FLAMENGO só vou falar isto, porque foi ridículo. E ainda soltaram que foi o encontro das duas maiores nações do planeta. Tenha dó né torcida......




domingo, 20 de março de 2011

CHAVE OURO DE FUTSAL---20/03/2011

VITÓRIA MAIUSCULA
Ele é marrento pelo jeito, e disso eu gosto, mas vamos ver até quando esta marra com a competência dos dois primeiros jogos valem. Explico. Pela primeira vez vi um técnico executar o que falo a mais de quatro anos em minhas colunas e blog: Somos pequenos, temos que defender primeiro depois contra atacar. Nisto Egidio foi primoroso. Armou o time muito bem com um 2x2, ou seja, um quadrado que fazia o Corbélia ter que tentar entrar pelo meio e aproveitou o contra ataque de forma eficiente. O time esta mais maduro, não sei se pelos jogadores catarinenses que parecem se conhecer bem, ou por conhecerem o técnico bem. O time foi coeso e dedicado e conseguiu jogar um bom futsal. Problemas existem, pequenos como na retomada do contra ataque em que muitas vezes o fixo e um ala foram vistos em linha, correndo do mesmo lado. Mas Egidio já deve ter detectado isto e tem condições de corrigir. O que importa é ter largado bem com a vitória do meio de semana e a deste sábado, que foi primorosa. Nem venham os cornetas falar que os dois times que enfrentamos são times que subiram da prata. O que importa é que nosso time se impôs, como a muito eu não via. Jamur e o bom e velho Piliu (copiei do Ilivaldo Duarte!!!) foram os destaques do jogo para mim, além da boa partida de Biju, jogando onde deve jogar e não como em anos anteriores. Outro destaque foi ver o Gringo novamente no banco. Legal demais. Bem tomara que esta força e organização continuem e que o sonho de se classificar pelo menos entre os oito permaneça na cabeça dos atletas. Agora uma coisa vou torcer: Para que os contratos feitos este ano não deixem o time no meio do campeonato sem jogadores importantes. Tomara que tenham tomado este cuidado.

CORNETAGEN
Bem como estreou bem, Egidio, agora aqui no blog a sua estréia na cornetagen, uma forma de lhe dizer boas vindas e boa sorte. Vejam a semelhança com Claudio Manoel do Casseta e Planeta. É muito parecido com Seu Creysson. Só não pode tocar o time como o Tabajara hein e ter um Quequeylson jogando!!!! Valeu Egidio e bem vindo!!!

sábado, 19 de março de 2011

BOLEIROS---19/03/2011

BOLA DENTRO
Para este jogador que para mim sempre foi exemplo de categoria e profissionalismo no futebol: Zé Roberto. Um jogador com um toque refinado na bola, que a mantém colada aos seus pés, e vai ser homenageado na Alemanha neste sábado, contra o time do Colônia, como o jogador estrangeiro que mais fez partidas pela Bundesliga, igualando a marca do bósnio Sergej Barbarez, que vai ser quebrada é claro pois o campeonato alemão não acabou ainda. Zé Roberto atualmente está no Hamburgo, mas aqui no Brasil já jogou na Portuguesa, Flamengo, Santos e Real Madrid, além dos clubes alemães Bayer Leverkusen e Bayern de Munique onde foi ídolo. Zé declarou que isto na Alemanha é como ganhar um Oscar, em alusão ao prêmio americano dado aos melhores filmes de cinema anualmente. E pensar que quando jogava no Flamengo lhe foi oferecido um contrato de cinco anos do Bayer, e tentou ser desestimulado por Junior Baiano (bem, vindo do Junior Baiano so podia ser isto!!!) que disse que os alemães eram racistas, que a língua era difícil e que só comiam carne de porco. Aceitou o desafio, aprendeu alemão em dois anos e viu que não tinha só carne de porco para se comer lá, e se tornou um dos maiores jogadores da Bundesliga. Parabéns Zé Roberto porque futebol de primeira linha você tem. PS: No começo do ano se especulava que talvez Zé Roberto viesse para o Santos e seu Louco soltou esta aqui: " Se o Zé vier para o Santos e formar um meio de campo com Arouca, Ganso, Elano e ele, com Neymar na frente, mudo de time porque não vai ter chance alguma para nenhum time brasileiro. Vai ser uma máquina". Bem, graças, as preces deste corintiano foram atendidas, senão teria que mudar de time!!!!rsrsrsrsrsr

BOLA FORA
A bola fora desta semana vai para estes dois conquistadores de beira de calçadão,como se diz no Rio de Janeiro.
O primeiro é o jogador inglês do Tottenham Hotspur, Aaron Lennon, que após uma partida em que seu time venceu, ficou relaxado, alegre e foi a uma boate comemorar (o que é normal na Inglaterra, se fosse no Brasil, Deus nos acuda) quando viu uma beldade vestida com uma roupa curtíssima não teve dúvida e tascou-lhe um beliscão na.... nos glúteos, é melhor. Qual não foi sua surpresa quando pensou que iria agradar por ser um jogador de futebol, quando a moça o agarrou no rosto e apertou com raiva se virou e foi embora. Esta não era "Maria Chuteira" e o galã dançou na noite. Aliás noite que acabou, pois depois do caso Lennon ficou quietinho e com a cara amassada.Rsrsrsr.

Outro galã de praia (olha a cara do playboy) que se deu mal foi Gary Paffett, reserva de piloto na escuderia McLaren, que resolveu galantear em seu Twitter a namorada de nada mais nada menos que Jenson Button, Jessica Michibata, com o seguinte comentário: " Uau Jessi esta gostosa em sua nova foto em seu perfil". Pra que. Button ficou irritado e mandou um recadinho ao galanteador, só que através da direção da equipe. Tem que ser rapidinho na pista e não em comentários de Twitter. Pela foto pelo menos para mim levou bronca a toa. Eita inglesada assanhada sô!!!


CORNETAGEN

Pelo amor de Deus o que é isto?????????? Que aberração é esta??? É o uniforme do Batman? É um uniforme fúnebre para datas especiais? É a camisa de algum time de futebol. que pode brincar com as cores? Não esta é a nova camisa da selação brasileira, que quando quando a noticia vazou na net, era chamada de uniforme número 3. Que vergonha é esta. Mais do que depressa a CBF vetou a camisa em partidas oficiais e disse que era uma camisa promocional. Por favor, a Nike brincar com nossa seleção tudo bem, mas começar a brincar com as cores da camisa de nossa seleção ai já é demais. Onde esta palhaçada vai terminar? Se tiver um brasileiro no Congresso ou no Senado com vergonha na cara deveriam fazer uma nota de repúdio, uma lei, um decreto para proibir uma idiotice e uma barbaridade desta. Que a Nike brinque com os clubes, que são entidades associativas ou até S.A. tudo bem fazendo uniformes ridiculos como o roxo do Corinthians, mas brincar com a seleção não dá não. Mais vergonha na cara brasileiros!!!

Bem a noticia da semana foi o pedido de demissão de Muricy Ramalho do Fluminense. A charge explica bem o que aconteceu para a torcida do Flusão: Muricy pulou fora do barco com medo da desclassificação da Libertadores, tanto que não vai assumiu o Santos (dizem) até o mesmo se classificar para a próxima fase. Vixi, só de ameaçar assumir o Santos na Libertadores o time perdeu na semana e esta com a água no pescoço para se classificar. Será Muricy um verdadeiro pé frio na Libertadores??? Ta vendo Timão você não está sozinho. Quem sabe os dois não se unem para ganhar uma juntos? Se não ganharem pelo menos morrem abraçados.Rsrsrsrsr.

Ratojeiras


Será que Muricy aprovaria este vídeo????Aposto que sim!!!

quinta-feira, 17 de março de 2011

BOLEIROS---17/03/2011

Rodada final do primeiro turno na Libertadores e tem gente se complicando, este time é o SANTOS, que foi ao Chile pegar o Colo Colo e levou uma virada após um jogo em que não conseguiu editar o tão decantado futebol mágico que tem. O Santos cometeu muitos erros defensivos, e levou gols que normalmente leva pois sua defesa não é bem estruturada, mas a principal decepção foi Ganso que não jogou bem e teve em alguns momentos, lampejos de craque que é. Ta certo que está voltando, mas o time não pode se prejudicar em uma Libertadores por isto. O técnico Gallego do Colo Colo disse antes do jogo que não conhecia Ganso, e não conseguiu conhecer mesmo com a apresentação do santista. Sem Arouca, parece que o meio santista fica sem proteção, pois Danilo e Adriano não cobrem bem a subida das alas. Alias Léo não esta jogando nada e só se machuca, e Pará é horrivel. Deveriam ser proibidos de subir ao ataque, só deveriam defender. Elano no começo estava meio embolado no posicionamento com Ganso, marcou um golaço e foi uma das coisas positivas no meio santista. Neymar, marcadíssimo, ainda fez um gol, mas não conseguiu se desvencilhar da marcação, e Zé Love nem sei por que entrou em campo. Já disse Maikon Leite é mais goleador que ele, e Zé Love não esta jogando nada, só esta em campo por ser queridinho de Neymar, Ganso e outros. Bem, o fato é que o Santos agora está pressionado a vencer o próximo jogo contra o Colo Colo em casa e jogar tudo nas duas últimas partidas para se classificar. Não é fácil, mas Libertadores é assim mesmo.
 Aliás falando em fácil o Corinthians deveria ter feito uma pós graduação com o CRUZEIRO, de como vencer o Tolima, pois a raposa simplesmente humilhou o time colombiano vencendo por 6x1, e praticamente colocou a mão na vaga, mesmo tendo que fazer as duas últimas partidas fora. O time esta embalado e contando com o excelente futebol de Roger e do argentino Montillo, além dos atacantes Thiago Ribeiro e Wallyson. Mas o que surpreende também é a postura da defesa com Gil e Vitorino. Estão afinados e contando com a excelente cobertura de Henrique e Marquinhos Paraná. Cuca tem tudo na mão só não pode perder a cabeça, quer dizer a Cuca.
Quem também goleou e não perdeu a cuca foi o INTERNACIONAL de Roth, que aplicou uma sonora goleada no Jorge Wilstermann, da Bolívia por 4x1, e de virada. O time saiu perdendo aos 7 min do 1º tempo mas virou no mesmo tempo em 9 min. Quem destoou na partida foi Leandro Damião, que jogou tudo e mais um pouco. O Inter tem um jogo que para mim  será decisivo que é contra o Emelec em casa, pois pega o Wilstermann em casa também, e o Jaguares fora. Ta com tudo na mão mas os adversários estão colados. Tem que rebolar Roth.

quarta-feira, 16 de março de 2011

CANCHA MOURÃOENSE---16/03/2011

ATLETISMO
Os atletas de Mestre Paulinho já começaram sua busca incessante por medalhas no ano. Este fim de semana dia 12 foram a Maringá participar do Torneio de Atletismo da Federação de Atletismo do Paraná e trouxeram na bagagem 7 medalhas já totalizando 14 medalhas no ano. A competição foi disputada por várias equipes em várias categorias como Juvenil, Adulto, e Menores. Equipes de outro estado se fizeram presente na competição abrilhantando ainda mais a conquista mourãoense. Abaixo a relação dos atletas que participaram do Torneio e seus resultados. Valeu Mestre Paulinho, já começou o ano bem!!!!
MASCULINO
Weverton Fidelis
1ª – 2000 c/obstáculos

Lucas Gabriel
18ª – 400 metros rasos

Pedro Roberto de Palma
10ª – 1500 metros rasos

Thiarles Caçanha
2ª – 3000 c/obstáculos

Thiago Rafael – 
3ª – salto em altura

Douglas Reis –
5ª – lançamento do disco

FEMININO
Vanessa dos Santos 
6ª – 400 metros rasos

Diessika Vaz de Souza
4ª – salto triplo e 100 metros rasos

Marla Stobbe
2ª – salto triplo

Priscila Cristina 
3ª – salto em altura

Bárbara Pospisil
2ª – lançamento do dardo

Noelia Cristina
3ª – lançamento do dardo

11º PROVA RÚSTICA SÃO JOSÉ
Mais de 1000 pessoas participando. Atletas do Quenia como Titus Kibbi e a tanzaniana Jackiline Sakilu, e atletas mourãoenses e de toda região tentando buscar uma melhor colocação, além dos amantes das provas rústicas que participaram por prazer. Este foi o panorama da 11º prova rústica São José que aconteceu no último fim de semana no dia 13. Os africanos dominaram as provas adultas mas tiveram que ver os  mourãoenses Weverton Fidélis vencer na categoria infantil, Adilson de Souza na classificação geral dos atletas de Campo Mourão  e Aline Mendes de Lima também na classificação geral no feminino. Foi uma grande festa e está de parabéns a população e os atletas mourãoenses. Abaixo as categorias e seus vencedores:


Geral Feminino
1ª Jackline Juma Sakilu – Tanzânia (00:35:51)
2ª Roselaine Souza Silva – Fademp (00:36:05)
3ª Joziane da Silva Cardoso (00:36:21)

Geral Masculino
1º Titus Kipkosgei Kibbi – FILA (00:30:04)
2º Cristiano da Silva Machado – Avulso (00:30:31)
3º Ashenafi Ketema Kirhana – FILA (00:30:36)

Feminino – 18 a 19 anos (juvenil)
1ª Thalis Camila Oliveira Domingo (Londrina Caixa)
2ª Aline Mendes de Lima (Fecam)

Feminino – 20 a 24 anos (categoria A)
1ª Jaciane Baroso Araujo (Luasa Sports)
2ª Monica Lima
3ª Tatiane Raquel da Silva

Feminino – 25 a 29 anos (categoria B)
1ª Eliane Luanda Pereira da Silva (Orcampi/Unimed-Campinas/SP)
2ª Adriana Sutil da Costa (Café Lontrinha)
3ª Lilian Priscila Leonel de Lima

Feminino – 30 a 34 anos (categoria C)
1ª Elenice Pereira de Souza (Borá)
2ª Cristiane Rodrigues de Almeida (Kicher do Brasil)
3ª Raquel Massola Mathias (Equipe do Zé/Prefeitura)

Feminino – 35 a 39 anos (categoria D)
1ª Roseli Mateus (Correios do Brasil)
2ª Adriana de Souza (Supermercados Montana/Voxtorm)
3ª Eliane Pereira de Souza (Borá)

Feminino – 40 a 44 anos (categoria E)
1ª Maria José Alves (Luasa Sports)
2ª Lidia Karkowski (Centro de Condicionamento Físico)
3ª Aurea Muller Dias (Dias)

Feminino – 45 a 49 anos (categoria F)
1ª Cleuza Maria Irineu (Personalité Londrina)
2ª Edna Lucia Martins (Acorremar)
3ª Eli Kondo (Acorremar)

Feminino – 50 a 54 anos (categoria G)
1ª Lourdes Maria de J. Oliveira (Pé Vermelho)
2ª Lúcia Mateus Fernandes (Pé Vermelho)
3ª Maria Sampaio Pasquini (Individual)

Feminino – 55 a 59 anos (categoria H)
1ª Zenilda Soares Beltrami (Sportmed/Acorremar Maringá)
2ª Celia Maria Ditzel (Prefeitura de Curitiba)
3ª Cleusa Cremoneze (Escolinha Airton Sena)

Feminino – 60 a 99 anos (categoria I)
1ª Marisa da Silva Cruz (Prefeitura de Curitiba/R2)
2ª Cleonice da Silva Carmo (Mandaguari)

Masculino – 18 a 19 anos (juvenil)
1º Abdiel Renan Martins (AAM)
2º Luiz Gustavo Elger (Semel)
3º Lucas Tratis (Network Informática)

Masculino – 20 a 24 anos categoria A)

1º Daniel Antunes Junior (SMEL)
2° Claudinei da Silva (Fecam)
3° Diego Ferreira de Souza (Acorrecam)

Masculino – 25 a 29 anos (categoria B)
1º Vanderlei Alves Tiburcio (Sucos Nanico/Arena Projeto)
2º Marcelo Barbosa de Souza (Avulso)
3º Adriano Bastos Meneses (Pé de Vento)

Masculino – 30 a 34 anos (categoria C)
1º Carlos Antonio dos Santos (Corredores Cristo Ubirajara)
2º Edson Tiburcio Alves (Luasa Sports)
3º Jorge Cabrera Cabrera (Nike)

Masculino – 35 a 39 anos (categoria D)
1º Elessandro Aparecido de Oliveira (Avulso)
2º Elenilson da Silva (Usaçucar)
3º Carlos A. Soares (ARS Running Curitiba)

Masculino – 40 a 44 anos (categoria E)
1º Edmilson Rodrigues dos Santos (Acorremar)
2º Edvando Souza dos Santos (Unimed Maringá)
3º Joza França Teixeira Chaves (33º BIMTZ/FAG/Eucatur)

Masculino – 45 a 49 anos (categoria F)

1º Davil Vital da Silva (Secretaria Apucarana)
2º José Osmar dos Santos (Associação de Corredores de Guarapuava)
3º Daniel Cristino da Silva (Acorremar)

Masculino – 50 a 54 anos (categoria G)
1º Ramao Benitez Arce (Embalagens Paraná)
2º José Alves de Moura (Acorremar)
3º Valdir Carlos Wencelewski

Masculino – 55 a 59 (categoria H)
1º José Carlos Firmino Coelho (Personalité Londrina)
2º Valdomiro Alves Bertoldo (Acorrecam)
3º José Jorge Livramento Medeiros (Acorrecam)

Masculino – 60 a 99 anos (categoria I)
1º José Alves Moreira Filho (Acorremar)
2º José Loureiro Befra (Secretaria de Esportes de Rolândia)
3º Vimar Caus (Semel)

Masculino Campo Mourão
1º Adilson Souza Ferreira (Acorrecam)
2º Thiarles Caçanha dos Santos (Fecam)
3º Claudinei da Silva (Fecam)
Feminino Campo Mourão
1ª Aline Mendes de Lima (Fecam)
2ª Maria Sampaio Pasquini (Individual)
3ª Maria Gobato Tonon (Acorrecam)

Categoria Infantil Masculino
1° Weverton Fidelis – Estadual/Campo Mourão
2° Jeferson Barbosa – Candido Mota
3° Pedro Roberto de Palma – Estadual/Campo Mourão

Categoria Pré Mirim Masculino
1º Wesley Batista de Oliveira – Candido Mota
2º Weslei Sebastião Oliveria Rosa – Candido Mota
3º Everton Rodrigues Oliveira – Candido Mota

Categoria Pré Mirim Feminino
1ª Elen Caroline Pereira – Guarapuava
2ª Bianca Vitória – Candido Mota
3ª Lais Barbosa da Silva – Candido Mota

Categoria Infantil Feminino
1ª Amanda Carolina Venancio – Mandaguari
2ª Jaqueline Leandra – Jaguapitã
3ª Ana Paula Belarmino – Maringá

Categoria Mirim Masculino
1º Paulo Henrique Teixeira – Candido Mota
2º Vagner Roberto Oliveira – Candido Mota
3º Ronaldo Cesar de Ramos – Guarapuava

Categoria Mirim Feminino

1ª Graziela Zarri – Candido Mota
2ª Gabriela Alves Machado – Candido Mota
3ª Maiara Alessandra Alves – Mandaguari

FEMININO INFANTO JUVENIL
1º BRUNA CAROLINA DA SILVA - CANDIDO MOTA
 2º CLARISSA MARIA GOMES - MANDAGUARI 
  3º CECÍLIA CORDEIRO DE LIMA – LONDRINA

INFANTO JUVENIL MASCULINO  
1º LUCAS DO NASCIMENTO - JAGUAPITà
 2º MAIKO DIEGO DA ROSA - LONDRINA
 3º LUCAS GABRIEL RODRIGUES - CAMPO MOURÃO



O futsal de Campo Mourão vem treinando forte para o início da Chave Ouro de Futsal hoje em Quedas do Iguaçu, mas a rapaziada do Sub-20 ja deu adeus a Taça Paraná. Muitos motivos foram apontados como arbitragem, valeram para justificar a desclassificação. Pelo email que recebi da assessoria o time pode ter sido prejudicado na primeira partida quando foi derrotado por 4x3 por Cianorte, mas fez uma partida fraca ou para colocar uma palavra melhor pífia na derrota contra Ponta Grossa por 6x2. Vencer a terceira partida por 4x3 não adiantou nada. Pois é, categorias de base não se constroem da noite para o dia, e Campo Mourão peca muito neste quesito. Vejam o que aconteceu nos Jojup"s do ano passado.

Bem notícia triste no Futsal na desclassificação da sub-20 mas uma que me traz muita alegria no Futsal adulto: O retorno de Nestor "Gringo" Fernandez ao futsal mourãoense que volta a exercer a sua função de recuperação de atletas. Massoterapeuta de profissão, Gringo é uma das pessoas mais fantásticas que tive a oportunidade de conhecer no futsal e no futebol de campo mourãoense. Parabéns Gringo sempre falei que você voltaria de uma forma ou de outra, pois para mim não tem ninguém melhor para exercer esta função do que você. O que ficou para trás ficou,as dificuldades e trairagens, mas você lutou e conseguiu, tornando-se um exemplo para muitos. Parabéns Bruxão!!!!! Abraços do Louco BH Junior!!!!!

terça-feira, 15 de março de 2011

BOLEIROS---15/03/2011

CRONICA DE UMA DEMISSÃO ANUNCIADA
Dia 04/03 escrevi aqui neste blog que Muricy estava sendo fritado no Fluminense e que sua demissão seria consumada em pouco tempo. Não imaginava que em tão pouco tempo e nem com as notícias que cercaram sua demissão. Duas coisas me chamaram a atenção: Uma: Muricy não foi demitido e sim pediu demissão. Duas: Na época que escrevi isto consultando vários sites e jornais, além de blogueiros, notei que as pessoas que na época estavam criando problemas para Muricy foram apontadas por ele como seus verdadeiros amigos no Fluminense: O patrocinador e Alcides Antunes, com que tinha discussões acirradas, porque o mesmo muitas vezes não cumpria o que Muricy lhe pedia, como punições a jogadores entre outras  coisas, mas declarou que não gostou da saída dele do cargo de diretor de futebol. Uma das críticas graves de Muricy era para com a Assessoria de Imprensa que deixava vazar muita conversa de dentro de vestiário para os jornais e imprensa nacional. Talvez dai esta inversão de desafetos da notícia anterior. Tudo isto pode passar desapercebido, mas uma coisa não passa: Muricy pediu demissão e disse que foi por não ter condições de trabalho, pois todos seus jogadores entregues ao departamento médico sempre demoravam a se recuperar mais do os dos outros times.
 Isto é um grande problema, e foi comprovado no campeonato brasileiro passado, principalmente nas lesões de Fred e Emerson que não conseguiram voltar bem ainda, e Deco que veio literalmente estourado da Europa e ninguem viu isto e claramente mostrado em Conca que foi operado e parace ter voltado sem condições físicas, pois não está jogando bem. É de desesperar qualquer técnico não ter seu elenco a mão para armar a equipe. Chegou a causar a demissão do médico Simoni, quando em uma entrevista coletiva Fred disse que não sabia porque havia voltado aos gramados pois ainda sentia dor e o médico o liberou. É o samba do médico doido.
Outra reclamação de Muricy é com a condição do campo das Laranjeiras, que ele só não chamou de pasto porque foi educado. O duro que é verdade. Em qualquer jornal ou site o que lemos é que o campo é horrível e sem condições. Muricy pode ser contestado por qualquer coisa, como a má campanha na Libertadores, ou os problemas no Estadual, mas uma coisa é verdade nua e crua: O Fluminense não tem as estrutura do São Paulo, ou do Inter ou até mesmo do Palmeiras que contam com CTs, campos de treinamento com gramados de primeira linha e sala de recuperação de atletas de última geração no mundo. Simplesmente é muito difícil ver um técnico, que dos últimos cinco brasileiros, ganhou quatro se sujeitar a este tipo de situação. Podem chamar ele de mala, mas é um mala competente. Por muitas vezes Muricy tentou convencer o presidente Peter Siemsen a visitar Cts de primeira, como o do São Paulo, mas o presidente não dava bola a apontava como solução uma reforma com custos em torno de R$ 800 mil em Xerém, só dar uma reformada nos campos e nas instalações. Isto foi magoando e estressando o turrão. O que tem que parar no futebol brasileiro, é esta máxima dos dirigentes de que o treinador só precisa de jogadores e ser bom técnico, que CTs e campos e Salas de Recuperação tem que ficar em segundo plano. O que difere Muricy e outro técnico que tem esta mesma postura que é Luxemburgo, é que eles tem planejamento. Veja o caso de Luxa: Onde ele chega a primeira coisa que  faz é trocar o gramado e vistoriar o CT para ver se está em condições e da maneira que ele quer. O Santos teria aquele CT sem Luxa? E aquele gramado? Luxa como Muricy estão a frente de muitos técnicos brasileiros que se sujeitam a trabalhar sem condições. Bem, agora Muricy diz que quer férias, e muitos opinam que ira cair de para quedas no Santos. Eu se fosse Celso Roth colocaria as barbas de molho, porque o Inter de Porto Alegre vai atrás de Muricy. Bem no fim das contas fica a palavra de Muricy, que disse que estava machucado, cansado, estressado. Foi uma passagem vitoriosa mas fica uma pulguinha atrás da orelha: Será que ele sabe que com o elenco atual, que está a disposição ele não se classificaria na Libertadores? Não seria um medinho de ser tachado como o Corinthians, que é chamado de time caseiro, nacional, que não ganha nada fora, e ele virar um técnico caseiro, nacional? Bem uma coisa eu acredito: Vai ter um monte de clubes atrás dele para contrata-lo ao fim deste mês, mesmo ele não se dando bem na Libertadores, e que se cuidem: Tite do Corinthians, Roth do Inter, Martellote do Santos, Cuca no Cruzeiro, além da proposta que ele já recebeu do Atlético Paranaense, porque ter Muricy no comando é colocar sete dedos na taça do campeonato brasileiro. Fora o Corinthians que tem um CT mais humilde, todos os outros tem Cts de primeiro mundo. Que Muricy tenha sorte e continua como ele sempre foi: Ranzinza na hora certa, autêntico, e com princípios, que é o que falta muitas vezes no futebol brasileiro, e que incomoda muitos dirigentes e colegas treinadores.

sexta-feira, 11 de março de 2011

BOLEIROS---11/03/2011

Parecia que tudo seria calmo na vida de Luxa. Parecia. Após a contratação de Ronaldinho, Thiago Neves, parece que a diretoria flamenguista como sempre quer colocar fogo no ninho do urubu. Perguntado sobre a possível contratação de Adriano, que como muitos diretores falam "é a bola da vez", Luxa foi pragmático como sempre:" Ele não se encaixa na filosofia nova do Flamengo, temos um projeto aqui e ele não faz parte". Luxa se disse protegido pela presidenta Patricia Amorim e pela diretoria, mas grande parte da torcida e alguns diretores já falam em demissão caso o técnico tenha insucessos na Taça Rio. É brincadeira né, a hora que o profissional está conseguindo reeguer o nome do clube junto a patrocinadores, vem uma meia dúzia para atrapalhar. Será que eles se lembram de 1995 quando o Mengo trouxe Romário e tinha Sávio e estava ganhando tudo até inventar de trazer Edmundo? Alguém se lembra do ataque dos sonhos que virou pesadelo, pois o time terminou o brasileirão em 21º lugar? Deixa Luxa trabalhar pois ele está no lugar que ama que é o Mengão, e esqueça por favor este projeto de jogador em que se transformou Adriano. Chega né.

Outro ambiente que não está nada calmo é o Parque Antartica. Ontem pelo famoso Twitter, Kléber Gladiador soltou o verbo contra seu comandante Felipão. A nau palmeirense está com sérios problemas, e Felipão nao escondeu de ninguem a sua insatisfação com jogadores que estavam machucados e participaram do carnaval. Kléber rebateu forte, como sempre e disse que o Palmeiras é maior que tudo e que não da mais para ficar calado. Lembrou ainda que quando Valdívia estava machucado, ele comandou o ataque palmeirense sozinho e nunca reclamou. Em sintese Kléber ainda disse que o treinador nunca protegeu o elenco só criticou. Esta crise esta crescendo e tudo por um motivo amigos palmeirenses: A nova diretoria não quer pagar os 700 mil mensais a Felipão, porque acha um valor alto demais. Estão fritando Felipão e contando com estrelas do time como Kléber e Valdívia. Dois pontos: Ta machucado não pode pular carnaval, tem que se recuperar porque subentende-se que seja um profissional. Outro ponto: Felipão tem que parar de jogar tudo nas costas do time porque ele não cria nada de novo taticamente na equipe, e ainda reclama publicamente. Não é atitude de um treinador profissional. Isto e coisa de dentro de vestiário. Por falar nisto cade o ídolo Marcos? É nestas horas que Rogério Ceni da um banho...


Pelo PAULISTÃO, que agora conta com os quatro grandes nas quatro primeiras colocações,e com o mesmo número de pontos, o SANTOS de Neymar venceu a Portuguesa por 3x0 e encostou na liderança novamente. O menino jogou muito e destoou novamente. Martelotte disse que pensa em até libera-lo para o desfile das campeãs no sábado pois a folia fez bem ao craque. Brincadeira né. Folia que parece ter repercutido no CORINTHIANS que perdeu sua invencibilidade para a Ponte Preta no Pacaembu por 1x0. A macaca se transformou no carrasco corintiano novamente, mas jogou com muita inteligência anulando as jogadas de Morais e Bruno César. O time do Corinthians se marcou como se diz na gíria do futebol, e ficou na vice liderança do Paulistão, pois o líder é o tricolor SÃO PAULO, que venceu ontem o Ituano por 2x0 e assumiu a liderança, por uma vitória no critério de desempate, e mostra que encontrou seu melhor time. Dagoberto marcou e está jogando o fino da bola. O time se encontrou novamente no esquema 3x5x2. Para que complicar se o time gosta de jogar assim? Bem o PALMEIRAS venceu mas com toda esta confusão que relatei acima, e tem o mesmo número de pontos dos líderes.

Pelo CARIOCÃO tudo normal com os grandes vencendo suas partidas com dificuldade, mas vencendo, Foi assim que o FLAMENGO  bateu o Bangu por 2x1 com um gol marcado por Diego Mauricio aos 50 min. Ronaldinho marcou novamente, mas o meio de campo rubro negro está com problemas de criação. Thiago Neves não tem sustentação em Botinelli e em nenhum dos volantes. A bola não chega redonda. Só chega redonda para Ronaldinho. Abre o olho Luxa. Aliás falando em abrir o olho um que tem que abrir é Muricy e seu FLUMINENSE, que mesmo vencendo o frágil América por 3x1, mostrou que depende exclusivamente de Conca, que jogou muito fazendo com que o time fosse mais rápido e vibrante. Aliás quem está jogando muito também, é Rafael Moura que marcou dois gols na partida. Muricy tem que tomar cuidado com esta dependência a um único jogador. Dependência que o BOTAFOGO tinha de Renato Cajá, que foi embora para o futebol chinês, mas parace ter sido solucionado por "Papai" Joel com a entrada de Everton que marcou e deu a vitória ao time. Não se enganem, o jogo foi feio e o Fogão suou para vencer o Nova Iguaçu, e não tem time para bater o Flamengo ou Fluminense. A não ser que pinte a famosa frase: "Tudo acontece com o Botafogo". Tudo acontece com o VASCO também, mas na quarta foi um pouco melhor para o time de Ricardo Gomes, que venceu o Duque de Caxias por 4x2, fazendo a torcida esquecer a derrota para o Macaé na estréia por 3x1. Será que esqueceu? O problema do Vasco para mim se assemelha ao do Palmeiras: Briga política nos bastidores, e Dinamite não está conseguindo segurar o rojão. Era melhor jogador do que é presidente e ponto.

Pelo GAUCHÃO, o roteiro do meio de semana não poderia ter sido melhor escrito. O GRÊMIO foi campeão do primeiro turno, mas como se diz na gíria futebolística: "Na bacia das almas". O jogo foi emocionante e o Caxias saiu vencendo por 2x0, contra um Grêmio que esbarrava na boa marcação do Caxias, e nos erros de passes de seu meio de campo. Tudo estava para o Caxias quando Renato tirou Carlos Alberto, que nem sabia por que tinha entrado, colocando Bruno Collaço pela esquerda trazendo Willian Magrão (aquele que o Timão desprezou) pela direita. O time acordou e foi para cima melhorando mas tomou o segundo gol, o que seria um balde de agua fria se não fosse pelo gol de Willian Magrão, no finzinho do primeiro tempo. Aos 44 min. Gostam de emoções fortes estes gremistas, porque o segundo tempo foi repleta delas, com o Grêmio novamente não conseguindo entrar na defesa do Caxias, só conseguindo isto aos 50 min com uma jogada de Borges convertida por Rafael Marques. O desânimo do time do Caxias foi sentido nas cobranças de penaltis: Grêmio 4x1 e campeão do 1º turno. Renato eufórico após o jogo disse que ser gremista é isto, sofrer e vencer. Como sempre digo aqui, o jogo do Grêmio jogo ficou marcado, previsível, e os adversários já conhecem todas suas saídas. Contra o Caxias isto foi comprovado. Mas valeu pelo título, o que dará uma folga maior para a disputa da Libertadores.


CORNETAGEN
A cornetagen começa com uma simples pergunta: Você contrataria este jogador para seu Clube? Para representar seus patrocinadores, trazer títulos, levar o nome do clube para a Europa? Acho que não né!!!!! O problema é que muitos grandes clubes brasileiros estão em uma disputa árdua por este jogador(será jogador mesmo?????). O duro é que como sempre se não da certo no Mengão, pode acabar no Timão. Ai.... de novo não!!!!!!!! Mas ao que tudo indica os times brasileiros podem ficar livre do boêmio. O Newcastle da Inglaterra quer contar com o "atleta". O duro é ele se encontrará com Joey Barton que joga no referido clube, e que já foi flagrado bebendo whisky no treino. É brincadeira, né!!!!! Ta indo pra casa!!!!!

Bem como sempre se diz, nunca "cutuque" quem esta quieto.Esta semana a torcida do Internacional de Porto Alegre se achou no direito de gozar a torcida gremista por conta do gol feito aos 50 min no jogo contra o Caxias. Fizeram a plaquinha com a gozação. O que não esperavam era o direito de resposta gremista que veio como um raio e tranquilamente causou mais estragos que a gozação colorada. É o que sempre falo: Se tem rabo preso não mexa com quem tem rabo solto. Eita isto é coisa de gaúcho mesmo!!!!!












quinta-feira, 10 de março de 2011

O REI DO MARACA E SEUS 58 ANOS---10/03/2011

Dia 03 de Março, entre carnavais e folias um ser celebrou seus 58 anos: Zico. Chamo de ser porque a definição entre humano e extra caminham juntinhas quando se fala dele. Fazer o que este ser fazia com a bola só poderia dar a ele uma definição de extra, como muitos jogadores nunca tiveram. Se Pelé era Rei, certamente aqui no Brasil ele teve seu príncipe, ou para muitos cariocas e flamenguistas seu sucessor nato. Zico não jogava futebol, causava temor nas torcidas adversárias que ficavam a imaginar o que sairia daquelas pernas fantásticas e de sua mente previligiada para este esporte. Pois é, quis o destino que a única glória negada a este ser fosse não ter conseguido o tão sonhado título mundial pelo Brasil, com a amarelinha que ele tanto amava. Tem problema não Zico, só o que você fez nos domingos no Maraca, já valeu. Valeu Zico, valeu galinho de quintino,valeu ser extra, valeu um dos maiores ídolos que nosso futebol ja viu dentro de campo e fora dele também. Abaixo uma crônica do mestre Armando Nogueira quando da despedida do galinho dos campos de futebol. P.S. Tive um dos maiores prazeres da minha vida quando fiquei frente a frente com este ser extra, quando ele veio inaugurar sua escolinha em Campo Mourão. É emocionante para um boleiro, e você sente que o ser é diferenciado. Ele brilha. Na foto ele autografando a camisa do Corinthians do meu filho Matheus, mas não antes sorrindo dizer: "Mas tinha logo que ser a do Corinthians?". Mas autografou......rs.


A ÚLTIMA NOITE

Por Armando Nogueira (crônica da despedida do Zico publicada no Jornal do Brasil em fevereiro de 1990)

"Maracanã, enfeita de bandeiras tuas arquibancadas que hoje é dia de festa no futebol. Encomenda um céu repleto de estrelas. Convida a lua (de preferência, a lua cheia). Veste roupa de domingo nos teus gandulas. Põe pilha nova no radinho do geraldino. E, por favor, não esquece de regar a grama (de preferência, com água-de-cheiro).

Avisa à multidão que ninguém pode faltar. É despedida do Zico e estou sabendo, de fonte limpa, que, hoje à noite, ele vai repartir conosco a bela coleção de gols que fez nos seus vinte anos de Maracanã. Eu até já escolhi o meu: quero aquela obra-prima, o segundo gol do Brasil contra o Paraguai nas Eliminatórias do Mundial de 1986. Lembro-me como se fosse hoje. Zico recebe de Leandro um passe de meia distância já na linha média dos paraguaios. Um efeito imprevisto retarda a bola uma fração de segundo. Zico vai passar batido - pensei. Pois sim. Sem a mais leve hesitação, sem sequer baixar os olhos, ele cata a bola lá atrás com o peito do pé, dá dois passos e, na mesma cadência, acerta o canto esquerdo do goleiro paraguaio.

Passei uma semana vendo e revendo no teipe aquele instante mágico de um corpo em harmonioso movimento com o tempo e com o espaço. E a bola, coladinha no pé, parecia amarrada no cadarço da chuteira.

Um gol de enciclopédia.

Se o amável leitor aceita uma sugestão, dou-lhe esta: escolha um dos gols que Zico fez graças à sua arte singular de chutar bola parada.

Chutar a bola de falta à entrada da área é um talento que Deus lhe deu mas não de mão beijada, como imaginam os desavisados. Zico trabalhou seriamente, anos e anos, para alcançar a perfeição dos efeitos sublimes. À tardinha, quando terminava o treino, ele costumava ficar sozinho no campo do Flamengo - ele, uma barreira artificial, uma bola e uma camisa caprichosamente pendurada no canto superior das traves. A camisa era o alvo.

Zico passava horas sem fim, chutando rente à barreira e derrubando a camisa lá de cima das traves.

Chegava o domingo, na cobrança da falta, a bola já estava cansada de saber onde ela tinha que entrar.

Não tenho dúvida em dizer que tardará muito até que apareça alguém que domine como Zico o dom de cobrar falta ali da meia-lua.

Celebremos, querido torcedor, a última noite do maior artilheiro da história do Maracanã. Será uma despedida de apertar o coração. Se te der vontade de chorar, chora. Chora sem procurar esconder a pureza da tua emoção. Basta uma lágrima de amor para imortalizar o futebol de um supercraque.

Cantemos, Maracanã, teu filho ilustre, relembrando em comunhão os dribles mais vistosos, os passes mais ditosos, os gols mais luminosos desse fidalgo dos estádios que tem uma vida cheia de multidões.

Louvemos o poeta Zico que jogava futebol como se a bola fosse uma rosa entreaberta a seus pés."

quarta-feira, 9 de março de 2011

MEU MENINO CRESCEU---09/03/2011


Na volta da folia uma data em que nunca deixarei de ficar alegre e emocionado, o dia de hoje 09/03. Neste dia a exatos 23 anos, nascia o primeiro grande sonho de minha vida após o casamento: Bruno Antonio Hodniuk, meu filhão, meu bruxo. Nasceu com o sonho de qualquer pai boleiro: Tenho um atacante em minha vida e um torcedor a mais do Timão e do Manchester United da Inglaterra. Me ensinou muito sobre isto, da constante marcação cerrada nos treinos das escolinhas, até o olhar concreto de um técnico como meu auxiliar no amador do ano passado, e o começo de um excelente profissional de Educação Fisica, faculdade que esta cursando. Cresceu com o esporte na veia, mas com uma coisa que consegui lhe passar: Liberdade de escolha. É roqueiro por natureza, agitado por natureza (puxou quem será?), forte nas opiniões, introspectivo, rebelde, mala como o pai (nem tanto né!!!) e com uma caracteristica que sempre me orgulha: Gostar da vida.
Amigo, companheiro nas horas certas de quem precisar dele, dedicado aos irmãos, e apaixonado pela mãe, se transformou em um homem, e não mais em meu menino. Rsrsrsrsr. Ta bom, acha que ele vai deixar de ser algum dia meu menino?
 Vai ser sempre, aquele menino lindo, gorduchinho, cabelos compridos parecendo um surfista dois olhos azuis que mais pareciam estrelas de tanto que brilhavam, e, sempre procuravam por uma pessoa para fazer sorrir. Meu menino cresceu, virou um homem, e tem muito pela frente ainda.
Keep Walking Bruno, mas tenha sempre uma certeza: Você nunca caminhará sozinho, porque eu sempre, de qualquer forma estarei do seu lado se você precisar. PARABÉNS BRUNO, filhão, boleiro, roqueiro, e principalmente: Amigo.